Skip to content

Eu Sambo Mesmo (Janet De Almeida)

dezembro 26, 2007
tags:

Há quem sambe muito bem
Há quem sambe por gostar
Há quem sambe por ver os outros sambar

Mas eu não sambo para copiar ninguém
Eu sambo mesmo com vontade de sambar
Porque no samba eu sinto o corpo remexer
E é só no samba que eu sinto prazer
(É só no samba que eu sinto prazer)

Ah! quem não gosta do samba
Não dá valor, não sabe compreender
Um samba quente, harmonioso e buliçoso
Mexe com a gente, dá vontade de viver

A minoria diz que não gosta, mas gosta
E sofre muito quando vê alguém sambar
Faz força se domina, finge não estar
Tomadinha pelo samba louca pra sambar
Tomadinha pelo samba louca pra sambar

Eu sambo mesmo
Eu sambo assim
Eu sambo que sambo
Eu sambo mesmo assim

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: