Skip to content

Morena

novembro 29, 2007

Sou sua morena,
de olhos castanhos
e pele escura.

Sou sua morena.
Aquela bem pequena,
que você deixou na chuva.

Você me olhou.
Eu te olhei
Não imaginei!
Que seria tão simples assim,
ter você só pra mim.
Que seria tão fácil assim,
te amar assim.

Eu estava sozinha, perdida.
Você sumiu naquela chuva
E fiquei a pensar,
se iria te reencontrar.
Mas o destino me guiou.
Um dia caminhando
você veio em minha direção
Mas que emoção!
“Que horas são?”

2:10, aquele tempo parou
2:10, meu coração acelerou
2:10, “mas que morena linda”
2:10, “porque está sozinha?”

Sou sua morena,
de olhos castanhos
e pele escura.

Sou sua morena.
Aquela bem pequena,
que você admirou na chuva.

Você me olhou.
Eu te olhei
Não imaginei!
Que seria tão simples assim,
ter você só pra mim.
Que seria tão fácil assim,
te amar assim.

Então um beijo me deu,
Um beijo me enlouqueceu,
Um beijo e ele é meu,
Um beijo me acolheu.
O beijo que ele me deu.

A pele estava molhada.
A chuva respingava na calçada.
Ele me beijava.
“Que bonita minha amada!”

O mundo parou pra nós dois
O vento soprou,
a chuva passou
e o sol apareceu.

A roupa secou,
a hora passou
e a gente esqueceu.

Sou sua morena,
de olhos castanhos
e pele escura.

Sou sua morena.
Aquela bem pequena,
que você beijou na chuva

Você me beijou.
Eu te beijei.
Não imaginei!
Que seria tão simples assim,
ter você só pra mim.
Que seria tão fácil assim,
te amar assim.

Yvone Delpoio

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: